Fechando arquivo para gráfica: Qual a diferença em RGB e CMYK

Se você trabalha com design e não está muito familiarizado com fechamento de arquivo, esse é o lugar certo.

 

Saber os padrões de cores de um arquivo antes de enviá-lo à gráfica é certamente um conhecimento que você deve ter. Isso otimiza o trabalho e é muito importante para o resultado final da peça a ser impressa.

 

Nesse artigo abordaremos dois padrões de cores principais, o RGB E CMYK. Entenda as diferenças:

 

RGB

A sigla RGB corresponde, em inglês, às iniciais de três cores, vermelho (red), verde (green) e azul (blue). Esse padrão é utilizado, principalmente, para artes que serão exibidas em televisores e monitores de computador. Quando enviados para gráfica com esse formato, a impressão pode apresentar diferenças nos tons das cores, o que não é nada profissional. Por isso, nesses casos, ele não é indicado.

 

CMYK

Assim como o RGB o CMYK corresponde as iniciais de cores em inglês. São elas o ciano (cyan), magenta (magenta), amarelo (yellow) e preto (black). Esses quatro padrões de cores são capazes de formar tons ilimitados, e dessa maneira, ao enviar o seu arquivo nesse formato gráfica, para que seja impresso, ele não sofrerá alteração dos tons das cores que foram adotadas no formato digital.

 

Percebeu como esse tema não é tão complicado? Além dos padrões citados, existem diversos outros, contudo, esses são os mais utilizados no cotidiano do designer gráfico.

 

Tem dúvidas ou sugestões relacionadas ao tema? Compartilhe conosco nos comentários e será́ um prazer poder contar com a sua interação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deseja receber conteúdo por e-mail?

BUSQUE POR CATEGORIAS

MARKETING
DIGITAL

IDEIAS E
INSPIRAÇÕES

INSTITUCIONAL

DESIGN

ESTRATÉGIAS

UNIVERSIDADE
POP