Dezembro Vermelho: Qual o papel da publicidade na luta contra a aids?

Na luta contra a Aids a informação é sem dúvidas a melhor arma. E dentro desse contexto, a publicidade desempenha um papel fundamental para orientar a população a respeito da doença em geral, seu diagnóstico, formas de tratamento e também prevenção. Todos esses pontos muito importantes para todos os contextos em que a doença se insere.

 

A primeira questão equivocada em relação a Aids é o preconceito. Por desconhecer a doença, ou então ter julgamentos pré-concebidos daqueles que portam o vírus HIV, algumas pessoas acabam julgando e até mesmo se afastando de pacientes soropositivos com medo de se contaminar. E aí voltamos novamente a falta de informação do público em geral.

 

Outro ponto, que a publicidade ajuda a elucidar, é o pensamento de que quem possui o vírus HIV, possui Aids e por consequência está caminhando para morte. Não, ser portador do vírus é uma coisa, desenvolver a Aids é outra totalmente diferente. Atualmente o Brasil conta com um sistema de apoio a portadores do vírus que é reconhecido mundialmente, onde ele tem acesso a medicamentos gratuitos e apoio médico, psicológico e até mesmo odontológico, por exemplo.

 

Um exemplo de campanha publicitária que já está no ar desde 2017, e que traz informações úteis a população a respeito da Aids, é a “Viver melhor”, desenvolvida por meio de uma parceria da Globo com a UNAIDS, e que muito provavelmente você já tenha visto.

 

Nela um homem anda na corda bamba com dificuldades, mas consegue chegar ao final do caminho. Num momento seguinte ele tem os olhos vendados e tenta chegar ao final, porém cai no meio do caminho. Esse simbolismo é usado para mostrar que sempre será mais fácil “ver” se você tem a doença, para poder conduzir um tratamento adequado, com medicamentos gratuitos e ter qualidade de vida e longevidade. Ou seja, tudo fica mais fácil quando temos um diagnóstico.

 

Portanto, não há como desvincular a publicidade de ações que promovam a prevenção de doenças, como a Aids, por exemplo. Tudo é informação, e uma das funções da publicidade, é manter o público informado.

 

Tem dúvidas relacionadas ao assunto? Conte para a gente nos comentários que será ótimo contar com a sua interação. E não se esqueça de curtir e compartilhar o nosso conteúdo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deseja receber conteúdo por e-mail?

BUSQUE POR CATEGORIAS

MARKETING
DIGITAL

IDEIAS E
INSPIRAÇÕES

INSTITUCIONAL

DESIGN

ESTRATÉGIAS

UNIVERSIDADE
POP

Porque Juliette é um fenômeno

Por Robson Carvalho – CO-CEO e CO-Fundador da POP É inegável. Todo ano o BBB arrebata nossos corações. Quando menos percebemos, estamos lá, votando, torcendo