A importância de gatilhos mentais em uma estratégia de marketing

Faça como milhares de pessoas, use gatilhos mentais e ganhe dinheiro na internet!

Percebeu que acabamos de usar um gatilho mental no início desse parágrafo? Faça como milhares de pessoas. Esse gatilho é chamado de prova social e é um dos muitos que falaremos nesse texto.

 

Confira abaixo a importância do uso dos gatilhos mentais, quais os principais, suas características e uso:

 

Importância de gatilhos mentais

 

Os gatilhos mentais são estímulos capazes de influenciar nossa tomada de decisão. Eles ativam no cérebro um tipo de “piloto automático”, fazendo com que ele adote comportamentos que são pré-determinados conforme uma situação exposta.

 

Por exemplo, evolutivamente a escassez é algo que nos preocupa, portanto, utilizar um gatilho mental do tipo “cadastre-se agora e garanta uma das últimas 10 vagas”, é uma forma de utilizar um estímulo de que aquilo está acabando.

 

Nesse exemplo a pessoa percebe que aquilo vai acabar e ela não pode deixar essa chance passar. Como pode ter apenas 10 vagas e eu perder essa oportunidade? Aí a pessoa acaba tomando a decisão de se cadastrar sem nem mesmo refletir com muita racionalidade.

 

Principais gatilhos mentais

 

Escassez — Foi o que citamos como exemplo anteriormente e ele tem a função de passar a ideia de que algo é raro ou exclusivo.

 

Urgência — Esse gatilho mental é utilizado para passar a ideia de que “faça agora ou você não vai ter outra chance”. Ele é utilizado em gatilhos como: somente hoje, compre agora e últimas horas.

 

Prova social — Esse gatilho passa a ideia de que se todo mundo ta fazendo você tem que fazer, ou seja, há uma prova social de que aquela ação é executada por muitos, logo, ela tem credibilidade. Um exemplo é o utilizado pelas propagandas de filmes. Por exemplo, “assistido por 10 milhões de pessoas” ou em propagandas de creme dental: “9 entre 10 dentistas recomendam”.

 

Novidade — Aqui é instigada a tendência à necessidade do ser humano de ser o primeiro a saber ou possuir algo, ser exclusivo, ter algo que ninguém possui ainda. Aqui, a palavra novo é o grande gatilho. Por exemplo, “Novo escorredor de pratos que vem revolucionando a vida das donas de casa”. Percebeu? O produto é comum, contudo, o novo desperta curiosidade. Não é mesmo?

 

Esses são apenas alguns exemplos de gatilhos mentais e como você pode utilizá-los na sua estratégia de marketing, existem outros e se aprofundar no assunto é muito importante para melhorar o sucesso das suas ações.

 

Curta e compartilhe o nosso conteúdo e ajude outros leitores. E caso tenha dúvidas ou sugestões sobre o assunto deixe no campo dos comentários. Será ótimo poder ajudar e contar com a sua participação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deseja receber conteúdo por e-mail?

BUSQUE POR CATEGORIAS

MARKETING
DIGITAL

IDEIAS E
INSPIRAÇÕES

INSTITUCIONAL

DESIGN

ESTRATÉGIAS

UNIVERSIDADE
POP